Pedro Valadares é um daqueles caras que fazem a diferença. E, provavelmente, você não o conhece. Mas, se for um jornalista esperto, um dia vai ouvir falar como um dos grandes players do mercado de comunicação. Aguarde e verás! haha

Quero mostrar como a história dele pode te motivar a realizar aquele projeto mofado na gaveta. Sabe, aqueeele… que um dia você pensou ser muito legal, mas deixou para o mês que vem e fez aniversário de décadas.

Nosso personagem foi uma criança tagarela e curiosa. Adorava conversar. Levou essas características para a vida, as quais o ajudaram a ter contato com muitas pessoas e conhecimentos diferentes.

Espírito de programador

Ele sempre teve o que costumo chamar de “espírito de programador”. Você nunca ouviu falar nisso porque faz parte das minhas filosofias de bar. Explico: quem recebe esse título vai atrás do que quer, papeia, está atento. É independente, quer descobrir o mundo sozinho e, de preferência, o mais rápido possível. Fuça o problema até achar a solução e não espera por alguém. Os programadores de TI têm essas manhas de “podexá, mato no peito, me viro”. Por isso, batizei o conceito. E esse jeito de ser levou Pedro a ir longe.

Acredito muito em um dos discursos do Steve Jobs onde diz sobre a importância de “ligar os pontos”. Quando você aciona suas referências para inovar, sabe?! Aconteceu com o Pedro.

Pedro resolveu seguir uma carreira no jornalismo esportivo. Durante a faculdade, um professor insistia que jornalista deve conhecer a língua portuguesa com perfeição. Ele ainda não dominava os conhecimentos gramaticais. Isso martelou na caixola do moço até decidir fazer uma especialização em revisão de texto. Era a chance de alcançar mais uma habilidade. Lembra do espírito de programador? Olha ele aí.

A vida levou Pedro para outros rumos. Entrou para uma vaga de trainee no Sebrae e adorou trabalhar com o tema de empreendedorismo e negócios. Depois, foi alocado na área de políticas públicas e desenvolvimento territorial.

Perceba os pontos: jornalismo, revisão de texto, empreendedorismo, comunicação.

Ligue os pontos

Aí, veio um daqueles acontecimentos marcantes que une os pontos.

  • Ele se interessou por um curso de empreendedorismo para jornalistas no exterior e teve a ideia de fazer algo parecido no Brasil.
  • Conversou com uma professora de confiança. Foi indicado para conhecer o Jornalista 3.0 — o blog da pessoa que vos fala.
  • Entrou no site e encontrou o Realize – Programa de Protagonismo Digital para Jornalista. Resolveu se inscrever para fazer um estudo de marca. E pimba. Ficou bem surpreso com a proposta e o conteúdo da empreitada.
  • Os planos mudaram. Ao invés do curso de empreendedorismo, investiria em outra ideia. Aprendeu, no programa, que um bom projeto precisa resolver o problema ou a dor de alguém.

E olha só: Pedro tinha esquecido que tinha uma página no Tumblr sobre dicas de português. Não havia atualizado por mais de três anos. Mas a ideia voltou à tona após uma empresa de Portugal enviar uma proposta de patrocínio para o desdenhado blog. Um sinal! Percebeu que ali tinha uma dor que poderia solucionar. Era o insight que precisava para lapidar a ideia.

Senhoras e senhores, o Clube do Português nasceu! Uma marca que ajuda pessoas com as principais dúvidas da língua portuguesa.

Ligue os pontos: jornalismo, revisão de texto, empreendedorismo, comunicação.

Foi uma reviravolta. Pedro passou a ter um compromisso diário com o projeto e surgiram oportunidades concretas de monetização. Além disso, abriu a porta para parcerias e isso traz um conjunto imenso de possibilidades. Para médio prazo, o Clube será uma plataforma de cursos relacionados à língua portuguesa. Hoje, o conteúdo deve chegar para uma média de 10 a 15 mil pessoas por mês. Uou. o/

Ensinamentos de quem realiza

O começo nunca é fácil, como pintam as histórias de sucesso. Os desafios, segundo Pedro, são enormes:

  • Construir audiência e criar conteúdo com frequência.
  • Saber administrar bem o tempo e ter disciplina.
  • Ter responsabilidade para ser o próprio chefe.
  • Superar o ceticismo de outras pessoas.
  • Ter criatividade e paciência para monetizar.

Pedro colocou em prática muitos ensinamentos do Realize. O primeiro deles é de ciclos curtos de feedback. “Muita gente gasta milhões de horas planejando e lapidando a ideia e nunca coloca as coisas para andar. Na minha experiência com o Clube, percebi que uma ação puxa a outra. Quando você cria um conteúdo e divulga, você começa a receber feedbacks e daí vão surgindo novas ideias de melhoria e ampliação”.

O segundo foi o Always done (sempre feito). “Também não precisa esperar tudo ficar pronto e bonito para começar. O melhor é ir fazendo uma coisa por vez e depois ir aprimorando. A gente ouve muito isso no Realize e é uma grande verdade. Desde que comecei o projeto, quase tudo já sofreu grandes alterações, inclusive o nome.”

Outro foi a importância de ativar a rede“O maior de todos os conselhos é trabalhar em rede e fazer parcerias. Os parceiros trazem novos conhecimentos, novos leitores e novas ideias.”

E ainda, dedicação“Se você quer que seu projeto dê resultados, tem que se dedicar e isso pode significar abrir mão de certas coisas. Acredito que, se a pessoa não estiver disposta a fazer algum sacrifício, não vale a pena começar.”https://www.linkedin.com/pulse/api/edit/embed?embed=%257B%2522type%2522%253A%2522video%2522%252C%2522title%2522%253A%257B%2522localized%2522%253A%257B%2522en_US%2522%253A%2522Pedro%2520Valadares%2522%257D%257D%252C%2522description%2522%253A%257B%2522localized%2522%253A%257B%2522en_US%2522%253A%2522Depoimento%2520do%2520participante%2520do%2520Realize%2520-%2520Programa%2520de%2520Protagonismo%2520Digital%2520para%2520Jornalistas.%2522%257D%257D%252C%2522author%2522%253A%257B%2522name%2522%253A%2522Jornalista%25203.0%2522%257D%252C%2522provider%2522%253A%257B%2522name%2522%253A%2522YouTube%2522%252C%2522display%2522%253A%2522YouTube%2522%252C%2522url%2522%253A%2522http%253A%252F%252Fwww.youtube.com%2522%257D%252C%2522request%2522%253A%257B%2522originalUrl%2522%253A%2522https%253A%252F%252Fwww.youtube.com%252Fwatch%253Fv%253DTdK4j_Z3OS0%2522%252C%2522finalUrl%2522%253A%2522https%253A%252F%252Fwww.youtube.com%252Fwatch%253Fv%253DTdK4j_Z3OS0%2522%257D%252C%2522images%2522%253A%255B%257B%2522url%2522%253A%2522https%253A%252F%252Fi.ytimg.com%252Fvi%252FTdK4j_Z3OS0%252Fhqdefault.jpg%2522%252C%2522width%2522%253A480%252C%2522height%2522%253A360%257D%255D%252C%2522data%2522%253A%257B%2522com.linkedin.treasury.Video%2522%253A%257B%2522html%2522%253A%2522%253Ciframe%2520class%253D%255C%2522embedly-embed%255C%2522%2520src%253D%255C%2522%252F%252Fmedia.licdn.com%252Fembeds%252Fmedia.html%253Fsrc%253Dhttps%25253A%25252F%25252Fwww.youtube.com%25252Fembed%25252FTdK4j_Z3OS0%25253Ffeature%25253Doembed%2526amp%253Burl%253Dhttp%25253A%25252F%25252Fwww.youtube.com%25252Fwatch%25253Fv%25253DTdK4j_Z3OS0%2526amp%253Bimage%253Dhttps%25253A%25252F%25252Fi.ytimg.com%25252Fvi%25252FTdK4j_Z3OS0%25252Fhqdefault.jpg%2526amp%253Bkey%253D03fb819bf74246bf972444a07b738ad0%2526amp%253Btype%253Dtext%25252Fhtml%2526amp%253Bschema%253Dyoutube%255C%2522%2520width%253D%255C%2522854%255C%2522%2520height%253D%255C%2522480%255C%2522%2520scrolling%253D%255C%2522no%255C%2522%2520frameborder%253D%255C%25220%255C%2522%2520allowfullscreen%253E%253C%252Fiframe%253E%2522%252C%2522width%2522%253A854%252C%2522height%2522%253A480%257D%257D%257D&signature=Acf6Kv6y3DN2DyFwahJVzj32MQNk

Vale a pena

Todas as madrugadas com trabalho duro valeram a pena. Pedro relata um desenvolvimento profissional e pessoal expressivo nos últimos meses. O sonho dele é ser o professor Pasquale do futuro. Hahaha. Bom, está no caminho, né?!

Visite os canais do Clube do Português: site – youtube – fanpage – perfil

E você? Sabe onde quer chegar e está na estrada certa?

Beijo.

V.


vemachado
vemachado

Verônica Machado foi repórter da Câmara dos Deputados e do Correio Braziliense. É jornalista e trabalha há 7 anos com Marketing Digital. Empreende na loja de pratos congelados Delícia Pronta, no projeto de histórias Vidas Contadas e no projeto de educação Jornalista 3.0. Neste último, oferece oito cursos digitais para comunicadores. Lidera uma comunidade de 500 jornalistas engajados em colocar projetos digitais no ar. Em quatro anos, foram 90 ideias concretizadas no Brasil e no exterior. Tem o próprio método de mentoria online, uma agência de mídias sociais e o clube de assinatura de conteúdo, o Clube de Realizadores. Como posso te ajudar?